sábado, 21 de outubro de 2017

Suspeitos teriam usado doces para atrair meninas e estuprá-las em SP



                                       Reprodução / TV Globo
Os homens que assassinaram as meninas Adrielly Mel Severo Porto e Beatriz Moreira dos Santos, ambas de 3 anos, teriam oferecido doces para atrair as crianças. A investigação inicial aponta que a dupla estava em um bar quando viu as garotas brincando sozinhas, em 24 de setembro.

“Eles já estavam de olho nas duas, porque elas ficavam jogando na comunidade sem a proteção dos pais”, disse a delegada responsável pelo caso, Ana Paula Rodrigues, ao jornal Folha de S. Paulo. “Eles ofereceram doces para as duas e pediram para que elas os acompanhassem até um barraco, onde teria mais comida”, explica ela.

As crianças foram mortas por asfixia e depois estupradas em um barraco de São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo, no dia em que desapareceram. Os corpos foram encontrados dentro de um carro abandonado, em 12 de outubro.

As informações estão confissão de Marcelo Pereira de Souza, preso na sexta-feira (20). O suposto comparta, Everado de Jesus Santos, também está preso.

Os corpos foram encontrados dentro de um carro abandonado, em 12 de outubro. (Notícias Ao Minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

TV MEGA NORDESTE

Postagens mais visitadas