quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Homem que atacou Bolsonaro disse cumprir 'ordem de Deus'

Yahoo Notícias                                                                                                                                              
                                        Foto: Reprodução
Identificado como o autor da facada que atingiu o candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, Adelio Bispo de Oliveira,40, disse que estava em cumprindo“uma ordem de Deus”. A informação é da revista Piauí. Policiais federais que prenderam o agressor  afirmarem duvidarem de  sua “integridade psicológica”.

O presidente da Federação dos Agentes da Polícia Federal (Fenapef), Luis Boundens conversou com alguns colegas que estavam no local e foram responsáveis pela prisão de Adelio Bispo de Oliveira. “Os colegas disseram que ele imediatamente começou a dizer que estava em missão divina, o que levou o pessoal a temer pela integridade psicológica dele”, explicou.

Jair Bolsonaro foi atacado enquanto participava de um ator e campanha nos arredores do Parque Halfeld —um dos locais mais movimentados da cidade mineira. O político estava sendo carregado nos ombros por apoiadores quando foi atingido por uma facada.

A lista de filiados políticos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa que Adelio Bispo de Oliveira integrou os quadros do PSOL entre 2007 e 2014. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o presidente nacional do partido, Juliano Medeiros pediu punição ao agressor . “Queremos que ele seja julgado no rigor da lei. Parece que é uma pessoa bem confusa. Se fosse ligado ao PSOL seria minha responsabilidade. Como não é filiado, não acho que seja da nossa alçada”, diz.

Medeiros também reafirmou o partido é contra qualquer tipo de violência. “Não sabemos quem é essa pessoa e reafirmamos nosso repudio veemente ao ato cometido. O PSOL não pode responder por alguém que um dia foi filiado ao partido”, encerrou.

Adelio era missionário e vivia como andarilho

Reportagem do BuzzFeed News conseguiu falar com a família de Adelio Bispo de Oliveira.  Segundo uma sobrinha do agressor, ele perdeu o contato com a família há 3 ou 4 anos e vivia como andarilho.  “Ele era um missionário de igreja evangélica, mas nos últimos tempos ficava falando sozinho e estava com ideias muito conturbadas”, disse Jussara Ramos, sobrinha de Adelio.

Conforme relato da sobrinha, a família considerava as ideias de Adelio conturbadas. “Ele não aceitava a opinião de ninguém, não aceitava quando falávamos nada contra ele”, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

TV MEGA NORDESTE

Postagens mais visitadas