quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Bolsonaro promete 13º para o Bolsa Família, mas proposta é falha; veja

Segundo o colunista Lauro Jardim, a proposta do capitão reformado não se sustenta

                                                © REUTERS
Em um vídeo ao vivo no Facebook publicado no início da noite da quarta-feira (10), o candidato Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que não irá acabar com o 13º salário e prolongará o benefício para quem recebe Bolsa Família.

"O meu vice, o general Mourão, levou uma proposta ao Paulo Guedes, que é o homem da economia. Ele propôs levar o 13º para quem ganha o Bolsa Família", afirmou.

No entanto, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, a proposta do capitão reformado não se sustenta.

No vídeo, ele explicou que obteria dinheiro “combatendo as fraudes”: cortando o benefício de quem recebe, mas não deveria receber. Mas com essa linha de pensamento, a conta não fecha.

Em 2018, o custo do Bolsa Família será de R$ 28,7 bilhões. Por mês, o custo é de R$ 2,39 bilhões. E para obter esse valor para um 13º, o candidato do PSL à Presidência da República teria de encontrar em fraudes este mesmo valor. Mas de acordo com uma auditoria feita pela CGU, a maior já realizada no programa social, o total de benefícios irregulares foi de R$ 1 bilhão em 2017, divididos por 345.000 famílias.


Diante dos números, Bolsonaro teria que cortar o Bolsa Família de aproximadamente 800 famílias, além das fraudes, para conseguir realizar o 13º para o programa. (Notícias ao Minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

TV MEGA NORDESTE

Postagens mais visitadas