segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Segurança do Carrefour é acusado de matar cachorro a pauladas em SP

Metropoles

Segundo testemunhas, chefia teria pedido que o cão fosse retirado do local, mas funcionário acabou matando o animal


                                                    Divulgação
Um cachorro teria sido assassinado a pauladas por um segurança do hipermercado Carrefour, em Osasco (SP), na última quarta-feira (28/11). Nesse sábado (1°/12), um grupo de ativistas protestou no local pela morte do cão. Segundo a presidente da ONG Bendita Adoção, Beatriz Silva, o animal circulava pelo estacionamento do hipermercado há algumas semanas. “Ele virou uma espécie de cão comunitário. Funcionários e clientes davam água e comida para ele”, contou.

Testemunhas disseram que houve uma “ordem superior” para que se livrassem do cachorro. Por isso, um segurança da rede teria envenenado e agredido o cão a pauladas até que ele quebrasse as patas. Ele chegou a ser socorrido pela Zoonoses de Osasco, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Funcionários da rede teriam dito que o animal foi atropelado, mas a versão foi contestada por outros empregados do hipermercado.

O delegado Bruno Lima, eleito deputado estadual, também participou do protesto e explica que será aberto um inquérito para apurar o caso. “O laudo da morte vai ser divulgado na próxima semana e vamos registrar um boletim de ocorrência. A informação que temos é de que a ordem não foi para matar o cão, mas sim retirá-lo do local”, disse.

A pena para maus-tratos animais pode render de três meses a um ano de prisão e multa. A punição pode ser aumentada em até um terço se houver morte.

Outro lado
Por meio de nota, o Carrefour informou que repudia veementemente qualquer tipo de maus-tratos e preventivamente afastou a equipe responsável pela segurança do local no dia da ocorrência até que a rigorosa apuração em curso seja concluída e as devidas providências adotadas.

“Assim que notamos a presença do animal nas dependências da loja, o acolhemos, oferecendo água e comida, até que a equipe do Centro de Controle de Zoonoses de Osasco chegasse ao local para o devido atendimento.” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens mais visitadas